laylla

laylla
ao tempo o tempo

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Ja fiz

Já cometi erros que nem eu perdoei
Já tentei esquecer pessoas que me fizeram mal
Já perdoei erros quase imperdoáveis.
Já fui amada, nem sempre amei
Já fui santa, às vezes demônio
Já fui sincera, mas também já menti
Já chorei sozinha em noites de natal
Já enfiei o pé na jaca no ano novo
Já passei um trote só pra ouvir a voz dele
Já esqueci quem era ele
Já morri varias vezes de saudade
Já cantei em karaokê
Já tomei um grande porre
Já me dei por amor
Já curei uma grande dor
Já fui fanática religiosa
Já aprendi a equilibra a fé
Mas vivo!Curto a vida!
O que ela me dá
O que ela me deixa ser
E sempre assim que eu quero vive

terça-feira, 13 de novembro de 2012

minha vila minha vila

ah! minha vila querida

Calçadas cheias de poesia
Um caminho musical
Pedras que contam historias
Vila de Noel, vida no papel
Uma simples vereda
Cheia de lembranças
Ruas cruzadas, pessoas que
Se cruzam, quem sabe?
Voltem a se cruzar
Um boêmio em cada esquina
Um amor perdido em cada rua
Um amor a mais
Um amor a menos
Quem sabe?
Na noite seus sons
Encantam, o riso fica fácil
Vila das Lembranças.
grandes figuras, apenas figuras,
violões que tocam sambas
Cantores que cantam dores
Vila das Lembranças
que o tempo não consegue destruir
É ali que vou morar ,
viver e morrer ali...

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Meu Deus!

Fico muito assustada com a sem cerimônia
de certas pessoas de fazerem atrocidades
na vida dos outros e depois
Partirem como se nada houvesse acontecido
Pessoas de alto conhecimento espiritual
Donas de uma eloqüência e simpatia
Atraente, mas que no fundo
Guardam um veneno e uma falsidade
Destrutiva.
Em suas carinhas de anjo escondem um demônio cínico e mortal.
Eu que pouco tenho que pouco sonho, peço a Deus que deles tenha piedade,,, piedade

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

saudades



Tenho saudade de você,
Da nossa estranha amizade
Das nossas conversas ,de mim falando de coisas que não me
Cabiam mais da paciência que existia em você, coisas sem sentido
Voce falando de sua infância feliz, da vó do vô, do primeiro violão, da primeira namorada, do pé na estrada, de ser feliz.
Quanta madrugada a gente acordou com o dia.
Quanta estrela a gente deixou com sono esperando a gente ir pra casa, quanta coisa a gente sonhou, como um futuro de sucesso.
Sinto saudade de voce.
Pena que o destino mudou,
E não nos deixou fica lado a lado

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

alma

que alma esconde este meu corpo?
que infinita solidão vou deixando na poeira dos meus passos
achei que felicidade fosse uma flor
que se abriria no ceu.
mas ela era de plastico,so tinha beleza
sem perfume
que alma esconde este meu corpo?
derramei lagrimas de menina
feito chuva fina de verão
ainda me restava um pouco de inocencia
guardadas pela dor,
mas meu coração ja se parecia caatinga
sem vida
com terra seca e rachada
olhei pra o céu e pela ultima vez vi a estrela
que me guiava,mas eu ja não tinha mais medo
nem do esquecimento,nem da escuridão
pra onde eu ia.
dizem que o céu é escuro
por isso prefiro a luz do inferno
a vida já não sedu
z ...

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

A tempo





Ai você percebe que o que doía, não dói mais
Vai percebendo que não precisa de uma pessoa
Para ser feliz, mas de muitas.
O tempo passou e você percebeu que tudo,
Não passou de um engano.
Percebe também, que não era tanto amor assim
E que definitivamente ele não era o cara.
Você volta a olhar em volta e ver o mundo
De novo, como se esse hiato
Nunca houvesse acontecido.
Um dia você escova os dentes e nem lembra
Da outra escova.
Percebe que agora não fica tanto tempo no computador.
Que não bisbilhota a o face,
Que já pode sorrir sem chorar.
Ai você também percebe que ainda tem tempo de sobra
Pra viver sua vida, cuidar das suas coisas e seguir em frente
E isso te da uma paz que a muito
Tempo você não sentia
Como se o relógio voltasse a andar e você
fosse  junto com o tempo...
Você aprende a gostar de você

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

áe preciso que me perdoes...




É preciso que me perdoes.
Pelo que julguei sentir
Quando me apaixonei por ti
É preciso que me perdoes
Por tudo em que acreditei
Pelas verdades que te contei
Pelos sonhos que te sonhei
Por tudo que fiz por ti
É preciso que me perdoes
Por acreditar que amar demais
Fosse o suficiente
É preciso que me perdoes
Pela dor que nos causei
Por não ter te visto
Como realmente eras.
É preciso que me perdoes
Por ter me mostrado tanto
Por confiar no teu sorriso
É por sonhar contigo.
É preciso que me perdoes
Por eu estar assim tão à toa
Tão cínica, tão descrente
É preciso que me perdoes
Por não poder te perdoar
Por me permiti sentir
Tanta dor ,por descobrir
Que não se morre de amor
É preciso que perdoes
Por que não posso te esquecer
Mas que esqueço meu nome
Quando penso em você
É preciso que me perdoes
Pelo dor que te causei
Desde o primeiro instante em que
Te amei

Em busca da luz



Em busca da luz.

conheço muito bem aquilo
que não se vê na luz
para isso não existe
limite, bom senso
reflexo.
num deslize,
tudo se perde
e torna-se matéria inútil,
miséria, uma ilusão
semente estéril.
neste lugar, não existe
vida ou morte
nada pode ser provado.
A consciência se perde
Num infinito eterno.
Agora nada esta acontecendo.
Por descuido, perco-me em formas
Inexatas
E me torno apenas um amontoado de órgãos
jogados ao leo.
mãos, pés, orelhas, câncer,
boca, buceta,
uma droga de cada vez.
tenho uma besta que me
distrai da minha verdadeira realidade,
chafurda em minha existência
e goza na minha cara ,
mas não tenho mais medo de nada
já sei tatear na escuridão daquilo
que não se vê

domingo, 12 de agosto de 2012

nosso amor acabou


Nosso amor acabou ponto

Numa tarde de verão nosso amor
Acabou; ponto
Como sempre no Rio, um calor dos infernos.
Meu coração congelou na hora, foi a 24º abaixo de zero
Sobrou a chave jogada sobre a mesa
Sobrou a toalha ainda usada no banho como sempre
Jogada na cama, alias sobrou a cama,
Um resto de café no copo, mania de não usar a xícara
No fundo já sabíamos que o amor iria acabar
Faltava a coragem pra o deixar ir embora
Nada foi facilitado, não poderia ser fácil
Mas o amor acabou, ponto
O medo viria  só no dia seguinte
Quando então não sobraria nada
Nem a dor, nem a raiva,só  mesmo o desamor
e o um vazio que fica, sempre quando o amor acaba
Pensei em ir assistir uma peça dessas bem engraçadas
Sem tragédia, depois fumar um cigarro, ir num barzinho e
E contar de maneira gaiata que o amor acabou
Que foi bom enquanto durou, mas que tudo
Ficaria bem, o tempo é o melhor remédio
Depois alguém me diria, que amor
Que acaba não é amor é paixão
Como se alguém soubesse algo de amor
Já faz um ano, e parece que foi ontem
Que o amor acabou...

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

gosto quando mentes


Adoro quando mentes e dizes que sou perfeita
Que meus olhos de enfeitiçam
E que minha boca te enlouquece
E que em mim não ves defeito.
Que não podes ficar longe de meu corpo
E que nosso tesão é único
E nosso amor inesgotável
Meu coração acredita
Mas minha alma tem medo
É um desassossego deixado
Por quem nuca me amou
Mas vou me abrindo aos poucos
E quando me acordas com um
Sorriso,sei que é tudo o que preciso
Saber.
Me tomas de jeito,deitas em meu
Peito é isso é só o que importa
Entrastes na minha vida
Cicatrizastes a ferida
Deitastes e batentes a porta  

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Eu só queia ver estrelas

mas eu so queria ver estrelas!
no coração  das pessoas
nas aguas do mar
eu so queria ver as estrelas que brilham nos teus olhos
quando sorris
queria ver estrelas
na generosidade de quem da um abraço
que dá um coração amigo
queria ver estrelas 
quando vem aquela lembrança gostosa
de um momento feliz
queria ver estrelas
quando sinto saudade do amigo
e como eu queria contar
contigo
queria ver estrelas
quando sonho que estou feliz e acordo cantando
queria ver estrelas toda vez que eu amo
e sou correspondida
queria ver estrelas quando posso ter
a confiança de falar com alguem
queria ver estrelas
sem precisar olhar pra o céu
e pedi
perdão a Deus
por aqueles
que me fizeram
ficar
triste
porque ele existe
e seu reflexo no mundo
me faz ver estrela...

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

seja feliz



EU QUERO QUE VOCÊ TENHA SONHOS

E que todos eles se tornem realidade.
Quero que você aproveite ao máximo
os momentos da sua vida.
Quero que você realmente entenda
o quão único e raro você é
Quero lembrá-lo que o sol
pode desaparecer por alguns instantes,
Mas nunca se apagará.
que voce merece toda felicidade do mundo
e que eu nunca deixarei
que lhe façam mal
o meu caminho termina ali o seu
começa agora
nunca permita que quem quer
que seja envenene sua alma
novamente
seja firme  e reto e passe isso
pra os teus filhos
voce é feito de amor e merece muito amor e lealdade
sempre te amarei,afinal ninguém pode me
impedir de amar voce,e terei sempre uma prece em meus lábios por você
afinal eu tive o prazer de ter voce na minha vida
seja muito feliz com amor
layla

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Um beijo


Um beijo

       o melhor da minha vida,
Um beijo suado e quase roubado
Com cheiro de whiske
Quase um tormento
Um momento que seria esquecido
Me queimou os lábios profanos
Meu premio,meu castigo
Por ter ousado sonhar contigo
Um gosto amargo e doce
Alimentando minha alma
Em teus lábios apenas um toque
Em meu coração
Um desejo do inferno
A perda da consciência
Da inocência de toda a calma
Um ultimo beijo
De amor
Minha boca ferida
Seca partida
Um beijo,foi só o que
Restou da tristeza deste amor

de vez em quando doi.



Dói, de vez em quando....quando eu rio
Quando eu lembro....quando eu sonho
Dói de vez em quando,...quando eu vejo um pedaço de mar
Quando eu abraço o meu corpo...quando eu choro
Dói de vez em quando....quando eu vejo o sol entrando pela fresta
Quando eu sinto o vento no meu rosto,quando eu respiro...

Dói de vez em quando...quando a saudade 
 é tanta que eu esqueço o meu nome.
Quando a cerveja fica com gosto amargo
 e engulo em seco pra lembra teu cheiro e seu gosto
Dói de vez em quando...
mas é como se doesse sempre....
 eu disfarço a dor...
doi de vez em quando...
Quando eu sinto esse amor,
quando eu sei que ele foi...
e...não ,
 não vai voltar...
ai dói de vez em quando...

oração


Estás comigo, eu sei que sim
Na minha alegria, na minha tristeza
No meu desespero me manténs
Tranqüila
Então vou percorrendo meus caminhos
o perigo que me ronda, mas nada temo,
Pois tomas conta de mim
és o meu guia, sinto teu amor atravessar
A minha alma, sinto teus braços
Quando choro sozinha e sei
Que me consolas
Me acolhes nas noites de solidão e
eu me entrego e me abandono...
Ao teu amor,  só ele pode
Aplacar a minha dor
E confio cegamente em ti !
A cada dia que amanhece,
Agradeço tua vigília
Que afasta o inimigo
que peçonhento me quer mal
Nada temo, sinto teu abraço a me
Proteger
Aquele que transformou a água em vinho
que alimentou os famintos
Que andou sobre as águas, que acalmou o mar
Poderá me proteger me fazer feliz
Sei que posso te guardar.
Espero que a humanidade ainda mereça
O sacrifício que por ela cometes-te
Rendo graças ao seu nome
TENS TODO O MEU AMOR
JESUS FILHO DE DEUS

Bloody Mary


Bloody Mary

Ingredientes
1 ½ dose de vodka
3 doses de de sangue
½ dose de suco de sofrimento
1 toque dor
1 toque de molho de desamor
1 pitada de sal

Modo de preparar
1. Bata bem todos os ingredientes no coração
2. Sirva em copo alto,talvez alguem beba ...

combinandinho...






quando fiquei muda,pedi à  Deus pra tambem ficar surda
eu não precisava saber das historias
não precisava falar nada,eu podia ate ficar cega ,que não faria a menor diferença,
tudo o que eu precisava era ter minhas lembranças,
pois ainda tinha esperança que tudo
não passase de um sonho mal.
mas não houve aquele odio todo,apenas uma apatia,como um buraco
negro que a tudo engolia.
como se o fim da tarde não acabasse nunca
e a noite não chegasse pra esconder meus olhos.
respirei fundo varias vezes,pois o ar me faltava
,minha garganta queimava e era dificil dizer
que cheiro era aquele,se de dor
ou de morrer.
mas vamos combinar  quem ta na chuva e pra se queimar
quem cai no fogo e pra se molhar
quem um dia  ama sabe que tudo vai acabar...

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Não me pergunte por que


Não me pergunte porquê?
Mas...
Sem você, o Sol do  Arpoado perdeu a cor
Não me pergunte porquê?
Mas...
Sem você Copacabana não brilha mais
Não me pergunte porquê?
Mas...
Sem você, Ipanema mudou de humor
Não me pergunte porquê?
Mas...
Sem você, o chope gelado já não satisfaz
Não me pergunte porquê?
Mas...
Sem você as noites do Rio estão vazias
Acabou se a sua alegria
Não me pergunte porquê?
Mas...
Sem você o baixo leblom é só melancolia
Não me pergunte porquê?
Mas...
Sem você não se fala mais de amor
Não me pergunte porquê?
Mas...
Sem você o jardim botânico ta sem flor
Não me pergunte porquê?
Mas...
Sem você, não posso mais falar teu nome
Não me pergunte porquê?
Mas...
Sem você, meu coração morre de fome
Não me pergunte porquê?
Mas...
Sem você, o mar não canta mais
Não me pergunte porquê?
Mas...
Sem você, minha canção não tem mais paz...

segunda-feira, 14 de maio de 2012

eu não estava roubando


Eu não estava roubando,
mas você não me pertencia
Ter o que não tinha
Não parecia  tão errado
Andava por caminhos perigosos,com o coração
Muito exposto e um sorriso fugitivo
sentir o perfume do jardim
não ter limitado o espaço
mais que é meu por um instante,
me pertence antes que os olhos saiam do sono
a condenação não  precisa ser temida,
a profundidade não preocupa,
as palavras não precisam ser pensadas,
não é preciso criar,esta tudo pronto
mas nada  é perfeito,
estou segura .
seu sorriso compõe a canção mais bela,
De repente sem aviso a despedida,
Sem chance de um adeus,
foi só um sonho, um lindo sonho que acabou

segunda-feira, 26 de março de 2012

quem sou eu

Você nunca quis saber quem eu sou

Nunca se perguntou quem eu era

Nunca me viu nua,linda ,transparente

O que eu sou para você?

Uma lembrança?

Mas lembrança de que?

Quem sou eu?

O que eu sou?

O vento sabe

Pode dizer pra você

Os segredos

Que contei...

O mar sabe ;me descobriu

quando, misturou suas águas

As minhas quando chorei de saudade

Depois contou pra o Rio,

O Rio sabe...o riacho sabe e

Contou pra chuva

Quem sou eu...
O amor sabe, ai contou

Pra dor...

A dor sabe.
O tudo sabe e contou para
o nada.

E se um dia você quiser saber
pergunte a eles
Ai você saberá quem eu sou
Um pouco do nada
Um pouco do tudo
Sou… alguém que te ama apesar de não

Saberes quem eu sou,

Porque eu sei quem tu és

E sinto que nunca saberás quem eu sou...

O teu único e verdadeiro amor

domingo, 4 de março de 2012

tanto mar...

Tanto mar... essa distancia
viajei... por esse amor
Tanto mar... Essa distancia
nem mais sei onde estou,
Perdi-me de
tanto amor...
Me perdi de ti...
assim como me perdi
de mim...
Tanto amar... Tanto mar...
Ondas levam meus
sentimentos...
tanto mar... tanta dor...
meu olhar no risco da linha
Do horizonte, onde se encontram
Céu e mar. me encontro só
estou com o frio...
só escuto meus lamentos vazios,
meus tormentos, meu
dissabor...
Tanto amor...
Tanto mar...
Teu barco não vai voltar
naufraga no grande mar...
Que não devolve meu amor

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Minha história,

Minha história, não importa muito

Sou mais do que só a autora.
Sou a principal atriz.
é minha memória, não posso voltar atrás

Mas gosto do jeito que esta

A platéia e sempre a mesma,

Fiel

E nunca cobrei ingresso

Pensando bem eu nem mudaria nada

Mesmo não tendo tudo o que eu queria,

Namorar o Selton Melo, viver um amor

Tipo novela mexicana, com muito ciúme

E intriga, ser eleita miss simpatia, tomar

Um pote de sorvete sozinha,

Confessar que gosto de rock

Que acho o João Gilberto um saco

Ir ao rock in Rio.
gosto da minha vida do jeito que está,
de tomar minha cerveja

Depois das cinco da tarde,

De mentir minha idade pra mais só pra parecer

Mais nova

De dizer que um dia vou a Europa

Do olhar de inveja da amiga de

Porre

Porque sou mais bonita

E muito imodesta,

Do sexo perverso

Não eu nunca mudaria nada

Porque eu fiz tudo

O que sou

E acho que fiz um bom trabalho...

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

MAR DE ILUSÕES

Amei tropecei muitas vezes na incerteza
Transformei minha miséria
Mas ri de contente e de tristeza
os olhos me deram amor
olhei para o mar e me banhei de ilusões
a cada chegada ou partida
fiz uma vida de contradições
Mas descobri o segredo da verdade

uma vez conheci um poeta
Este poeta sempre em combate com
Suas palavras, sempre em desacordo
Com seus sentimentos, dizia que amava demais
desprendido do preconceito

de vez em sua imagem vem em meu pensamento
é quando a dor me toma de assalto
me vejo caída no frio
Olhando minha alma em desespero
Senti a vida que me passou
a dor finalmente se separava do corpo
a vida retornou ao seu sentido
Derramada no fundo de um copo

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

a canção nasceu com o Sol

Quando o Sol chegou, ele já estava em paz.
À noite lhe trouxera sons vindos das estrelas,
Que na madruga já sentiam sua falta.
Seu rosto estava cansado,
o cabelo despenteado.
A caneta já lhe pesava na mão
Mas o papel, feliz, ainda olhava desconfiado
Ele compõe como se vivesse seu ultimo amor,
e um grande amor é sempre o ultimo,
Mas ela estava lá
A nova musica de seus sentimentos
O dia coloriu o aposento e invadiu seus olhos.
Amanheceu , o sono chegou,
Naquele dia nascia, mais uma canção de amor...

domingo, 22 de janeiro de 2012

oi e tchau!

foi um daqueles encontos impossiveis de acontecer ,mas acontecem
ele estava la sentado com uma pasta na no colo
como sempre um meio sorriso nos lábios
como se estivesse lembrando de uma historia engraçada
estava mais magro e eu ate
relampegei nos pensamentos que
podia ser por minha causa.
como ele podia escolher o mesmo dentista?
meu coração acelerou e eu senti o enfarto se aproximando
respirei fundo firmei o salta e e me fiz presente no meu passado
o olhar surpreso não definia desconforto ou prazer
- oi
depois de tudo ,
do desamor ,da mágoa ,da loucura .
so oi!
virei de costas e disse tchau!

minha fantasia

1

amei minha fantasia

e sem querer te amei
e te amei de novo e
amei meu próprio amor

e amei a tua audácia
te amei muito e pouco
amei a história construída,

e os porquês
te amei no inaudível
te amei no incrível
amei ser a dona

e te amei freguês
te amei e amei a farsa fria

planejada
amei o nosso caso

e amei a nossa casa
amei a ti, parti-me ao meio
te amei no profundo,

no razo e com atraso
não era tua hora,

não era minha vez

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

te amei por te amar

eras meu norte
minha sorte
meu bote perdido no meio do mar
tinhas o dom do sorri
enchias meu coração de rir
era um bom motivo pa te amar
amei-te te amando
e ouvindo tua voz
cantando,
mais aumentava o meu amar
sonhos refiz te olhando no fundos
dos teus olhos procurando se era possivcel
tanto amar
Hoje eu te busco mas não choro
nunca consigo te poder achar
Não sequer te acho na memoria
Como te tive a te amar...
Nem foste um sonho meu...
acho ate que inventei voce
so pra ter a quem amar
acho que sou apaixonada pelo amor
que tem nome de flor

Ah saudade

Vento,
me leve daqui,
Para um lugar bem longe
onde eu pudesse ser feliz,
pode ser ate la onde Deus esqueceu

Vento,
Lá vou eu pra aquele velho sonho
Para a casa avarandada
Bonita e com um jardim


vou deixar as portas abertas,
Janelas escancaradas.


a saudade
Que o tempo não sarou ficou...
Desalento ... Desencanto ...
Tanta vida que acabou.

Um violão encostado,
Sem cordas, sem emoção,
Maltratam meu coração.

.

esta casa ficou sombria,
Perdeu toda a alegria,

Desalento ... Desencanto ...

Restou-me agora a poesia :
Meu alento ... meu encanto ...
Lembranças para os meus dias.

perguntei ao céu

Sem você não consigo sonhar
Com você eu estava viva
sentia que vivia em um sonho
Sem você meu dia escureceu
Com você vivia o instante do por do sol
Sem você meu passado me assusta
Com você o futuro me esperava
Sem você sou uma ilhota idiota
Com você sou boba alegre
Com você o mais dificil era mais fácil
Sem você tudo fica frio complicado
Com você eu sabia quem era
Sem voce tenho medo de olhar no espelho.
com voce eu sabia que te amava
sem voce estou esquecendo esta palavra...
espero todos os dias voce voltar pra casa...