laylla

laylla
ao tempo o tempo

segunda-feira, 14 de maio de 2012

eu não estava roubando


Eu não estava roubando,
mas você não me pertencia
Ter o que não tinha
Não parecia  tão errado
Andava por caminhos perigosos,com o coração
Muito exposto e um sorriso fugitivo
sentir o perfume do jardim
não ter limitado o espaço
mais que é meu por um instante,
me pertence antes que os olhos saiam do sono
a condenação não  precisa ser temida,
a profundidade não preocupa,
as palavras não precisam ser pensadas,
não é preciso criar,esta tudo pronto
mas nada  é perfeito,
estou segura .
seu sorriso compõe a canção mais bela,
De repente sem aviso a despedida,
Sem chance de um adeus,
foi só um sonho, um lindo sonho que acabou