laylla

laylla
ao tempo o tempo

domingo, 12 de agosto de 2012

nosso amor acabou


Nosso amor acabou ponto

Numa tarde de verão nosso amor
Acabou; ponto
Como sempre no Rio, um calor dos infernos.
Meu coração congelou na hora, foi a 24º abaixo de zero
Sobrou a chave jogada sobre a mesa
Sobrou a toalha ainda usada no banho como sempre
Jogada na cama, alias sobrou a cama,
Um resto de café no copo, mania de não usar a xícara
No fundo já sabíamos que o amor iria acabar
Faltava a coragem pra o deixar ir embora
Nada foi facilitado, não poderia ser fácil
Mas o amor acabou, ponto
O medo viria  só no dia seguinte
Quando então não sobraria nada
Nem a dor, nem a raiva,só  mesmo o desamor
e o um vazio que fica, sempre quando o amor acaba
Pensei em ir assistir uma peça dessas bem engraçadas
Sem tragédia, depois fumar um cigarro, ir num barzinho e
E contar de maneira gaiata que o amor acabou
Que foi bom enquanto durou, mas que tudo
Ficaria bem, o tempo é o melhor remédio
Depois alguém me diria, que amor
Que acaba não é amor é paixão
Como se alguém soubesse algo de amor
Já faz um ano, e parece que foi ontem
Que o amor acabou...

Nenhum comentário: