laylla

laylla
ao tempo o tempo

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

saudades



Tenho saudade de você,
Da nossa estranha amizade
Das nossas conversas ,de mim falando de coisas que não me
Cabiam mais da paciência que existia em você, coisas sem sentido
Voce falando de sua infância feliz, da vó do vô, do primeiro violão, da primeira namorada, do pé na estrada, de ser feliz.
Quanta madrugada a gente acordou com o dia.
Quanta estrela a gente deixou com sono esperando a gente ir pra casa, quanta coisa a gente sonhou, como um futuro de sucesso.
Sinto saudade de voce.
Pena que o destino mudou,
E não nos deixou fica lado a lado

Nenhum comentário: