laylla

laylla
ao tempo o tempo

terça-feira, 17 de maio de 2011

gosto de emoção

Gosto do gosto da emoção

vivida e sentida
gostos dos atos espontâneos

sem gestos bruscos .
por onde vou a a vida me encantada
e pouco a pouco, vejo o caminho

que percorri e me encanto

Com as distâncias percorridas
foram tantos encontros e desencontros
palavras palavra não ditas,mal ditas

balbuciadas
minha paixão é ardente

meu coração carrega o mistério,

a busca calada...
despertar um sentimento
a vontade de se dar

brinco com o transitório
meu pensamento se defende

o coração indefeso chora
e tudo pode começar de novo

num circulo sem fim

A dúvida do encontro
o medo do desencontro
de repente, o amor
caminhos cruzados
nasce uma estrela,morre um sol

Tenho muito que caminhar ainda

So que agora vou poder

Olhar a paisagem

Cairam meus antolhos
o convite está feito
é recomeçar a amar.

Nenhum comentário: