laylla

laylla
ao tempo o tempo

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

A Faca


A faca que corta
O sopro que cura
O amor que não dura
Não posso mais
A porta que fecha
...A dor não é festa
No coração a flecha,
se esvai
O olho não presta
Só serve pra fresta
Não vai
A manhã que não chega
A alma que grita,
Me trai
No corpo a mentira
A arma que atira
Ele cai
Levanta pra o mundo
Pobre vagabundo
Buraco profundo
E sai...

Nenhum comentário: