laylla

laylla
ao tempo o tempo

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

BOM GOSTO



Sempre tive bom gosto
tenho olhos analiticos
uma alma criativa
gosto de tudo o que eu gosto
e no que vejo uma promessa....
sempre quis, por ter bom gosto
tudo o que eu quero (e não devo),
Querer nem sempre é poder
não pode ser, não pode,se conforma!
so tenho bom gosto,nunca o paladar
sinto o céu,vejo a Lua mas tenho medo do Sol
o céu e o Sol, e a lua,se completam.
poemas que eu escrevo,as vezes não dizem nada ,
soluços de alma ferida
não escrevo mais ,talvez por não saber,mais o que dizer,
devo só escutar palavras que não me atrevo,a repetir
de quem mal conheço (e não me esqueço).

Nenhum comentário: