laylla

laylla
ao tempo o tempo

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

NEM SEMPRE SOU ASSIM

Nem sempre sou igual
no que digo e penso
não mudo muito,mas mudo.
A cor das flores não é a mesma ao sol
uma nuvem quando passa
muda sua forma
Ou quando anoitece
As flores não tem cor ,tem sombra.

Mas são as mesmas flores.
Posso não concordar comigo,

Mas repare bem em mim
Só estava me virando para o Sol,
meus olhos lagrimaram,com o calor ,
mas sou sempre eu.

A mesma sempre, graças aos céus
E aos meus olhos que vêem,
ouvidos estão atentos
É clara a simplicidade de minha
alma ...

Nenhum comentário: