laylla

laylla
ao tempo o tempo

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

a mentira

A mentira é o fruto do medo.
Do medo que temos,
Acima de tudo
De Nós próprios.
De nos confrontarmos com a Verdade,
...Com a transparência,
Com o rigor e a atitude, no Ser .
A mentira é oportuna e dá um jeitinho temporário.
É oportuna porque salvaguarda-nos em qualquer situação (mesmo as mais mirabolantes).
Dá jeito porque apressa soluções e resolve no imediato incertezas e dúvidas e até crises existenciais.
Há mentiras piedosas.
São inócuas.
Não prejudicam nem lesam.
Mantêm o “verde” no Jardim.
Outras mentiras cruéis.
Pior:
Há vidas de mentira permanente,
Vestidas de um faz-de-conta dos Contos de Fadas, onde no Jardim todas as coloridas flores,fossem
Todas de plástico

Nenhum comentário: