laylla

laylla
ao tempo o tempo

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Maldição

Ela olhava pela janela sem ver
Pouco lhe importava como estava o dia
Cansada do papel de boazinha
Que algumas pessoas assumem pra se defender
Como se agradar todo mundo fosse sua própria essência
...Ela já não estava esperando grande coisa ou achando que com a noite
Tudo teria algum sentido
O salto alto que incomodava
Talvez se ela tirasse aliviasse sua dor
Mas como sempre não poderia calçá-lo de novo
Os pensamentos iam e vinham meio embotados
Pelo Whisky vagabundo. teria sido melhor uma cerveja
Mais tem sempre o perigo do arroto, do vomito.
Ela olhava pela janela, lá fora as luzes já se acendiam.
As arvores já eram sombras
O sapato já nem incomodava mais, retocar o batom era importante.
A festa estava apenas começando..

Nenhum comentário: