laylla

laylla
ao tempo o tempo

terça-feira, 3 de agosto de 2010

deixe que me venha o amor...


Só quero esquecer meus velhos erros

E me preparar para os novos que virão.

Não quero mais me machucar,

Nem sangrar de novo

Vou parar de me preocupar

E ser como eu sou!

Uma boa amiga,

Uma alma errante

Aparentemente calma...

Eu já fui farsante,

já vesti a máscara,

me perdi num instante...

Mas quero me achar

E quando o amor chegar

Que se pendure em minhas asas

Pois além dos limites de minha liberdade

A felicidade há de me esperar.

Por ora eu sou

Apenas uma estrelinha

De brilho suave

Meio escondida

Nas entrelinhas da vida...

Não me diga o que é errado

Não tente ser como eu

Não tema os meus mistérios

E deixe que me venha o amor...

Deixa vir o que for.

Nenhum comentário: